fbpx

Planos de Saúde

O seu maior patrimônio não está apenas em bens físicos. É por isso que o plano de saúde precisa ser uma prioridade. O cuidado com seus entes queridos faz toda diferença.

Para ter um atendimento imediato e de qualidade, é essencial contratar o melhor plano de saúde possível. É por meio desse tipo de serviço que você e sua família terão condições de receber tratamentos e consultas indispensáveis a qualquer momento.

Um plano de saúde é eficiente para manter a tranquilidade da sua família

Como funciona o contrato de plano de saúde?

A contratação, seja de um plano de saúde barato ou mais robusto, passa pelo seu perfil e de sua família. Existem duas possibilidades principais, plano individual ou de adesão. Veja como cada um funciona:

Individual: é o tipo de plano em que uma pessoa física contrata uma operadora de plano de saúde. A intenção é ter uma proteção pessoal individual ou familiar, quando há dependentes incluídos no convênio de saúde.

Adesão: nesse caso, a contratação acontece por meio de adesão a um contrato coletivo. Com valores de plano de saúde diferenciados, geralmente estão relacionados a uma categoria profissional. Pode ser destinado tanto a autônomos quanto a pessoas que sejam associadas ou parte de um sindicato.

Para os indivíduos que trabalham como pessoa jurídica, PME ou MEI, vale consultar os planos para empresas, para compreender seu funcionamento.

Como ter o melhor plano de saúde?

Fazer uma simulação de plano de saúde é uma forma interessante de saber o que você precisa e o que cabe no seu orçamento. As condições prévias, por exemplo, de cada pessoa estão diretamente relacionadas aos custos e condições de uma contratação. Essas características precisam ser levadas em consideração especialmente nos planos de saúde individual ou familiar.

Também convém dizer que o que é plano de saúde e o que é plano odontológico costumam ser coisas diferentes. Na hora da contratação, vale inclusive buscar operadoras que ofereçam vantagens na utilização de ambos.

É importante reforçar também que o plano de saúde é uma forma de proteção cada vez mais imprescindível. Seja em momentos de pandemia ou de situações menos graves, é a única forma de garantir um tratamento imediato.

Perguntas frequentes

Tire suas dúvidas através dos campos abaixo ou envie-nos uma mensagem.
  • Existem carências para a utilização do Plano de Saúde?
    Sim, as condições para novas contratações são descritas no contrato entre a Operadora e o Proponente, e também permitidas pela Agência Nacional de Saúde (ANS) através da Lei 9.656/98: As carências podem variar de acordo com a operadora e o tipo de plano, sendo geralmente adotado o seguinte padrão:
    • 24h para Emergências/Urgências;
    • 30 dias para Consultas e Exames básicos;
    • 60 a 180 dias para Exames especializados;
    • 180 dias para internações e procedimentos de alta complexidade;
    • 300 dias para Parto a Termo;
    • 2 anos para doença e lesão preexistente.
  • Estou grávida, o plano de saúde cobre o parto?
    Se você está grávida no momento e não possui plano de saúde atualmente, não terá cobertura para esta gravidez corrente. Existe a carência de 300 dias para a cobertura deste procedimento. Por isso, se você está pensando em ter filhos ou aumentar a família, é interessante considerar a contratação de um plano de saúde para a família.
  • Tinha plano de saúde até recentemente, consigo ingressar em um plano sem carências?
    Você poderá fazer jus à redução da carência, ficando a critério de Análise da Seguradora/Operadora, e a redução não se aplica a Parto a Termo e Doenças e Lesão preexistente.
  • Achei os valores altos para minha realidade financeira, existem alternativas?
    Existem alternativas como o Seguro de Vida, onde é possível contratar a cobertura adicional de doenças graves com 7 tipos de doenças ou 11 tipos de doenças, citando algumas como:
    • Acidente Vascular Encefálico (Derrame);
    • Câncer ou Tumor maligno;
    • Infarto Agudo do Miocárdio;
    • Insuficiência Renal Terminal;
    • Transplantes de Órgãos;
    • Esclerose Múltipla;
    • Cirurgia de Revascularização Miocárdica com Implante de Pontes Vasculares nas Artérias Coronarianas (Cirurgia Bypass);
    • Doença de Alzheimer.

Fale conosco